.
 
 
Saúde bucal das crianças é responsabilidade dos pais
 
+ Saúde
 
     
   

Tamanho da fonte:


19/04/2017

Saúde bucal das crianças é responsabilidade dos pais

Pediatras afirmam que os pais precisam cuidar da higiene oral dos filhos até os sete anos de idade

Manter a boca das crianças saudável é indispensável para que ela tenha uma vida mais tranquila. A responsabilidade pelos cuidados dos dentes dos pequenos até, pelo menos, os sete anos, é dos pais. Por isto, é muito importante que os pais ensinem os filhos desde novinhos a escovar os dentes e visitar regularmente um dentista, segundo o pediatra do Comitê de Desenvolvimento e Comportamento da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul, Renato Santos Coelho.

- Até a criança chegar à faixa escolar, a responsabilidade sobre a higiene oral dela é dos pais. Os adultos devem iniciar o hábito da higiene dos dentes assim que começar a dentição dos filhos. É necessário entender que o hábito de escovar os dentes leva anos para a criança internalizar e aceitar como rotina. Também é importante fazer a consulta regular ao dentista desde cedo para habituar a criança e poder criar um vínculo com o profissional, além de não associar a um momento de dor - explica Renato Santos Coelho.

Não acrescentar açúcar à alimentação dos pequenos é outro conselho do pediatra, para evitar problemas nos dentes. Para deixar os filhos mais interessados pela prática de escovar os dentes, os pais precisam dar o exemplo.

- Assistindo a higiene oral dos pais, os filhos ganham confiança na escovação e percebem que a rotina é importante. Também indico estimular a autonomia deles e cobrando a participação deles na responsabilidade do cuidado dos dentes deles - ressalta o pediatra.

A troca da primeira dentição usualmente ocorre após os seis ou sete anos. Porém, o processo de troca de dentes pode acontecer antes, caso os primeiros dentes tenham nascido precocemente, antes dos seis meses de idade. Deve-se orientar a criança que isto acontecerá e que é um evento natural. É um fato marcante na vida da criança. Os adultos normalmente têm memória deste período da vida.

Para os recém-nascidos, a orientação é não limpar a boca dos bebês, atitude realizada com frequência antigamente.

- A limpeza da boca dos bebês foi uma prática do passado. Atualmente não se recomenda mais fazer. Acreditava-se que ao fazer isto se prevenia o sapinho, que é uma infecção por um fungo, mas tinha a conotação de sujeira. Crianças em aleitamento materno exclusivo menos ainda, pois o leite materno é rico em IgA, que é um anticorpo de superfície que protege o bebê. A limpeza da boca removeria estas IgA - revela.

Uma polêmica entre pais, dentistas e pediatras é a opção de dar ou não os bicos para as crianças. Renato Santos Coelho defende, no comitê de Desenvolvimento e Comportamento, que o uso sem excessos é positivo para os pequenos. Os bicos, segundo o pediatra, são um recurso para acalmar os bebês que choram bastante, mesmo após esgotar as possíveis causas do choro.


Autor: Mariana da Rosa
Fonte: Play Press

Imprimir Enviar link

Solicite aqui um artigo ou algum assunto de seu interesse!

Confira Também as Últimas Notícias abaixo!

 
 
 
 
 
 
 
Facebook
 
     
 
 
 
 
 
Newsletter
 
     
 
Cadastre seu email.
 
 
 
 
Interatividade
 
     
 

                         

 
 
.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - R. Dr. Flores, 263 - Centro Porto Alegre - RS, 90020-120
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 3779.0602