.
 
 
Alimentos industrializados não devem fazer parte da rotina alimentar
 
+ Saúde
 
     
   

Tamanho da fonte:


23/11/2017

Alimentos industrializados não devem fazer parte da rotina alimentar

Indústria está mais preocupada com o sabor e a rapidez do preparo do que com o valor nutritivo de cada alimento

Os alimentos industrializados são, em sua maioria, prejudiciais à saúde e, apesar disso, estão cada vez mais presentes na rotina das pessoas. Na correria do dia a dia, é muito mais prático optar por um macarrão instantâneo e ingerir um suco de caixinha, por exemplo, ao invés de cozinhar uma massa saudável e preparar um suco natural.

Porém, segundo a nutróloga do Hospital Villa-Lobos, Juciara Jardim, esses alimentos são ricos em substâncias como corantes, aromatizantes, conservantes, espessantes, acidulantes, gorduras trans (vegetal ou hidrogenada), ciclamato sódico, entre outros elementos, que podem potencializar o desenvolvimento de alergias, doenças cardíacas e até mesmo o câncer.

Além disso, ao fabricar esses produtos, a indústria está mais preocupada com o sabor e a rapidez do preparo do que com o valor nutritivo de cada alimento.

"O baixo teor nutricional pode levar à desnutrição e a diminuição da imunidade, fazendo com que a pessoa fique mais suscetível às doenças", explica a especialista.

Isso não significa, porém, que esses alimentos devem ser eliminados da dieta, moderação é a palavra-chave. A médica esclarece que uma pessoa com hábitos alimentares saudáveis, que prefere alimentos caseiros, sucos naturais e costuma ingerir de dois a três tipos de frutas diariamente, entre outras atitudes, não será prejudicada se optar por um pedaço de pizza congelada, por exemplo, a cada 15 dias. Outras atitudes ajudam a manter uma alimentação mais saudável, "Devemos criar o hábito de olhar o rótulo dos alimentos e selecionar melhor os nutrientes que colocamos na mesa da nossa casa. Quanto mais natural for o preparo dos alimentos, melhor será a qualidade e o valor nutricional da dieta", ressalta a médica.

Abaixo, ela listou alguns alimentos industrializados e os motivos pelos quais não devem fazer parte da rotina alimentar:

· Macarrão instantâneo: para que o preparo seja rápido (instantâneo), durante a fabricação a massa é frita, tornando o alimento muito gorduroso. Sem contar o seu "sachê de tempero", que contém grande quantidade de sódio.
· Suco de caixinha: tem apenas o néctar da fruta e porções enormes de corantes, aromatizantes e conservantes.
· Biscoitos: possuem altos níveis de açúcar e gordura trans. Os recheados são piores.
· Pizza congelada: grande quantidade de sódio e gordura.
· Refrigerante: contém açúcar, corantes e conservantes. As versões diet e zero são tão prejudiciais quanto os refrigerantes comuns (adoçados).
· Sorvete: a grande maioria das versões presentes nos supermercados é feita com gorduras trans.
· Nuggets: grande quantidade de gordura e glutamato monossódico. E o pior, normalmente, é preparado como fritura.
· Salgadinhos de batata ou de milho: no processo de fabricação são fritos e o aumento excessivo da temperatura quebra todo o valor nutricional desses ingredientes. Assim, ingerimos apenas gorduras, sódio e conservantes.


Autor: Redação
Fonte: Ecco Press

Imprimir Enviar link

Solicite aqui um artigo ou algum assunto de seu interesse!

Confira Também as Últimas Notícias abaixo!

 
 
 
 
 
 
 
Facebook
 
     
 
 
 
 
 
Newsletter
 
     
 
Cadastre seu email.
 
 
 
 
Interatividade
 
     
 

                         

 
 
.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - R. Dr. Flores, 263 - Centro Porto Alegre - RS, 90020-120
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 3779.0602