.
 
 
Voluntariado e cooperativismo unidos na promoção da vida e igualdade social
 
Notícias
 
     
   

Tamanho da fonte:


06/07/2020

Voluntariado e cooperativismo unidos na promoção da vida e igualdade social

Experiências do Projeto Pescar na Unicred Porto Alegre vêm conscientizando que qualquer ação voluntária hoje, por menor que seja, pode impactar positivamente na vida de alguém no futuro

Considerado a base de todas as iniciativas voltadas ao terceiro setor, o voluntariado tem um relevante papel no atendimento às comunidades. Suas ações ganharam destaque aos olhos da sociedade, em especial, na grande mídia, neste período de crise, em decorrência dos impactos da pandemia Covid-19. 

Para a educadora social, Adelaide Chicomo, do Projeto Pescar da Unicred Porto Alegre, o que move as pessoas é o senso de responsabilidade compartilhada. “É tomar para si um ideal de mudança, a partir da atitude pessoal. É como colocar em prática o que dizia John Kennedy: 'Não pergunte o que o seu país pode fazer por você. Pergunte o que você pode fazer pelo seu país'. Ser voluntário é fazer a mudança que queremos que aconteça”, afirma. 

Há cerca de um bilhão de voluntários no mundo, segundo dado apresentado pela ONU, em 2019. Pessoas que doam seu tempo, experiência e talento ajudando a quem precisa. A certeza de um propósito que deve ser seguido é o sentimento da gerente de Gestão de Pessoas da Unicred Porto Alegre, Rejania Guido. 

 “O cooperativismo constrói a felicidade e promove a vida", diz ela. “A crença neste propósito está em nossa 'alma', em nosso 'DNA', e esta crença move o número crescente de voluntários da nossa Cooperativa. Acreditamos sim que o voluntariado do mundo também esteja apoiado em crenças, crença em uma solidariedade capaz de transformar e que cada um é responsável por esta transformação que promova o bem de todos”, acredita Rejania. 

De fato, as ações voluntárias contribuem para o desenvolvimento das coletividades e para diminuir as desigualdades. Adelaide Chicomo considera que as ações dos voluntários promovem ensino-aprendizagem, conhecimentos, experiências e construção de projetos de vida e isso, segundo ela, é promover ferramentas para inclusão e luta contra a pobreza e a desigualdade. 

“Está na essência das diretrizes da cooperativa a atuação junto às comunidades onde está inserida, no sentido de desenvolvimento, quer educacional. socioeconômico e de saúde. Todas as causas, desde campanhas junto aos associados e colaboradores, Projeto Pescar, conscientização sobre Doação de Órgãos, eventos de saúde, eventos educacionais e culturais, ações junto às ligas estudantis de medicina, entre outras, visam a transformação social em prol da prosperidade de todos”, avalia Rejania Guido. 

Na Unicred Porto Alegre, ações são implementadas pelos voluntários internos. Parceiros fornecedores, associados, um número cada vez maior de pessoas atendem ao chamado da cooperativa para integrar seus projetos de transformação social. 

E, como diz a educadora social Adelaide: “O próprio voluntariado é um programa por ser uma porta aberta para as descobertas de si e do outro, levando a mudanças de práticas, por aproximar públicos distintos, em diferentes áreas".


Autor: Jane Castro
Fonte: Martha Becker
Autor da Foto: Marcelo Amaral

Imprimir Enviar link

Solicite aqui um artigo ou algum assunto de seu interesse!

Confira Também as Últimas Notícias abaixo!

 
 
 
 
 
 
 
Facebook
 
     
 
 
 
 
 
Newsletter
 
     
 
Cadastre seu email.
 
 
 
 
Interatividade
 
     
 

                         

 
 
.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - R. Dr. Flores, 263 - cj 1101- Centro Porto Alegre - RS, 90020-120
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: mappel@sissaude.com.br. (51) 2160-6581