.
 
 
Projeto Regula Mais Brasil atinge a marca de mil teleconsultas durante a pandemia da COVID-19
 
Notícias
 
     
   

Tamanho da fonte:


11/09/2020

Projeto Regula Mais Brasil atinge a marca de mil teleconsultas durante a pandemia da COVID-19

Iniciativa do PROADI-SUS usa a telessaúde para regular o acesso de pacientes a médicos especialistas no SUS, priorizando atendimento de casos graves

O Regula Mais Brasil, iniciativa do PROADI-SUS que utiliza ferramentas de telessaúde para regular o acesso de pacientes aos médicos especialistas no SUS, acaba de atingir a marca de mil teleconsultas realizadas desde maio de 2020. Já são quatro localidades atendidas: Porto Alegre (RS), Recife (PE), estado do Amazonas e Distrito Federal.

Por meio desse projeto, os pacientes atendidos na Atenção Primária à Saúde do SUS que são encaminhados para consultas com especialistas podem ser atendidos a distância por médicos dos hospitais membros do PROADI-SUS, em especialidades como cardiologia, endocrinologia, neurologia, reumatologia, ortopedia e traumatologia.

Além das teleconsultas, o projeto também promove teleinterconsultas entre médicos da Atenção Primária a Saúde e médicos dos Hospitais PROADI-SUS, para apoio no cuidado aos pacientes. Para a Superintendente de Responsabilidade Social do Hospital Sírio-Libanês, Vânia Bezerra, o número é um marco para o projeto. "Com a pandemia, houve uma redução de vagas ofertadas pelos serviços de Atenção Secundária. Por meio do projeto, estamos ofertando uma média de 100 atendimentos por semana. fazendo com que pacientes que estão aguardando na fila de espera por uma consulta presencial possam ter sua condição de saúde avaliada sem sair de casa." destaca.

Além do atendimento de teleconsultas, o projeto também faz a telerregulação de casos e teleinterconsuta para profissionais de saúde. Já foram mais de 437 mil casos regulados pela equipe do Regula Mais Brasil desde o início do projeto, em 2018.

Sobre o PROADI-SUS

O PROADI-SUS (Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde) foi criado em 2009 com o propósito de apoiar e aprimorar o SUS (Sistema Único de Saúde) por meio de projetos de capacitação de recursos humanos, pesquisa, avaliação e incorporação de tecnologias, gestão e assistência especializada demandados pelo Ministério da Saúde. Hoje, o programa reúne cinco hospitais sem fins lucrativos que são referência em qualidade médico-assistencial e gestão: Hospital Alemão Oswaldo Cruz, HCor, Hospital Israelita Albert Einstein, Hospital Moinhos de Vento e Hospital Sírio-Libanês. O PROADI-SUS é mantido com recursos dos hospitais participantes como contrapartida da imunidade fiscal. Os projetos levam à população a expertise dos hospitais em iniciativas que atendem necessidades do SUS. Entre os principais benefícios do PROADI-SUS, destacam-se: redução de filas de espera; qualificação de profissionais; pesquisas do interesse da saúde pública para necessidades atuais da população brasileira; gestão do cuidado apoiada por inteligência artificial e melhoria da gestão de hospitais públicos e filantrópicos em todo o Brasil. Para mais informações sobre o Programa e projetos vigentes no atual triênio, acesse: http://hospitais.proadi-sus.org.br


Autor: Juliana Paranaiba
Fonte: Assessoria de Imprensa

Imprimir Enviar link

Solicite aqui um artigo ou algum assunto de seu interesse!

Confira Também as Últimas Notícias abaixo!

 
 
 
 
 
 
 
Facebook
 
     
 
 
 
 
 
Newsletter
 
     
 
Cadastre seu email.
 
 
 
 
Interatividade
 
     
 

                         

 
 
.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - R. Dr. Flores, 263 - cj 1101- Centro Porto Alegre - RS, 90020-120
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: mappel@sissaude.com.br. (51) 2160-6581