.
 
 
Dez motivos para prestigiar o 8º Festival Internacional Sesc de Música
 
Saúde RS
 
     
   

Tamanho da fonte:


15/01/2018

Dez motivos para prestigiar o 8º Festival Internacional Sesc de Música

Evento começa nesta segunda-feira (15/01), em Pelotas, no Rio Grande do Sul

A cidade de Pelotas, no Sul do Estado do Rio Grande do Sul, se torna a Capital Nacional da Música nos próximos 12 dias. Isso porque inicia hoje (15/01) e segue até 26 de janeiro o Festival Internacional Sesc de Música. A realização é do Sistema Fecomércio-RS/Sesc, com apoio da Prefeitura Municipal, Universidades Federal e Católica de Pelotas, Faculdade Senac, Unisinos, Bibliotheca Pública Pelotense, Ospa,  Expresso Embaixador, Arroz Extremo Sul, Ecosul, Biri Refrigerantes e Café 35. Informações podem ser obtidas no site www.sesc-rs.com.br/festival. Confira dez motivos para prestigiar a 8º edição deste que é considerado um dos maiores festivais do gênero da música de concerto na América Latina.

1- Programação gratuita: Serão realizadas mais de 50 apresentações em 12 dias, distribuídas em espaços tradicionais de Pelotas, como o Theatro Guarany, a Bibliotheca Pública e o Largo do Mercado Público, e em locais mais afastados da área central. Toda a programação é gratuita, sendo que os espetáculos que ocorrem no Theatro Guarany precisam de retirada prévia de ingressos e sugere-se a doação de 1kg de alimento não perecível.

2- Espetáculos diversificados no Theatro Guarany: A primeira semana reúne atrações convidadas no Theatro Guarany. Ensemble Berlin, da Alemanha, abre a programação nesta segunda-feira (15/01). Na terça-feira (16/01), a música tradicional brasileira é representada por Carlos Malta e Pife Muderno. Na quarta-feira (17/01), a orquestra de violoncelos UDI Ciello Ensemble, de Minas Gerais, sobe ao palco. Na quinta-feira (18/01), o frevo do Recife é o tom da Spok Frevo Orquestra. A programação do Theatro Guarany segue a partir de domingo (21/01), quando alunos e professores do Festival começam a se apresentar, iniciando com a Orquestra Acadêmica, e na sequência Núcleo de Cordas, Violões e Madeiras (22/01); Núcleo de Canto/ Gala Lírico (23/01); Núcleos de Percussão e Metais (24/01) e Banda Sinfônica Acadêmica (25/01). Os concertos iniciam sempre às 20h30.

3- Programação na Praia do Laranjal: A praia do Laranjal será mais contemplada nesta edição. Na sexta-feira (19/01), pela primeira vez no local, a Banda Sinfônica do Festival, regida por Marcelo Jardim, se apresenta às 20h30. No sábado (20/01), haverá duas apresentações, próximas á Arena de Esporte, a partir das 20h30, com os grupos Sexteto Gaúcho e SpokFrevo Orquestra. Neste ano, um palco está sendo montado para ampliar a visibilidade do público.

4- Rua do Festival: Uma novidade em 2018 é a programação no domingo (21/01). Das 16h às 20h30, a Rua Lobo da Costa (em frente ao Theatro Guarany) receberá atividades da “Rua do Festival”. Estão previstas diversas atrações musicais com performances de alunos e apresentações de música de câmara. A programação da tarde inclui também opções de gastronomia, com o projeto Comida de Rua Pelotas.

5– Concerto de encerramento com Música de Cinema: O Festival termina na sexta-feira, 26 de janeiro, com um grande espetáculo no Largo do Mercado Público, às 20h30, que contará com composições consagradas em trilhas sonoras da sétima arte. Além da Orquestra Acadêmica, participarão os solistas convidados Ana Lonardi, Panta, Gabriella Castro (sapateado), Gabrielle Fleck, Fernanda Carvalho Leite (atriz) e Cia Municipal de Dança de Porto Alegre. Também serão reproduzidas cenas de filmes nos dois telões do palco. A regência é de Evandro Matté.

6– Formação e intercâmbio entre professores e alunos: O evento reúne mais de 300 alunos e 50 professores, somando 15 nacionalidades. São 24 cursos de instrumentos e canto, divididos em Música de Concerto, Prática de Orquestra e de Banda Sinfônica, Música de Câmara e Oficina de Choro. Um corpo docente renomado participa do Festival, com músicos da Filarmônica de Berlim, Orquestra do Theatro Scala (Milão), Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp) e Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa).  

7- Projetos sociais e acesso à comunidade: A série Festival na Comunidade leva a música a diversos locais públicos e instituições sociais da cidade. Hospitais, escolas, asilos e centros comunitários são alguns dos roteiros traçados para receber espetáculos. Além disso, neste ano, o evento amplia a participação de alunos oriundos de projetos sociais. Estão presentes grupos formados a partir de projetos do Sesc de Minas Gerais, Piauí e Sergipe, além  da Orquestra do Areal, de Pelotas.

8- Cem anos do Conservatório de Música: O Festival comemora em 2018 o Centenário do Conservatório de Música da Universidade Federal de Pelotas, importante e tradicional espaço de formação da música de concerto. Uma exposição que conta os cem anos de história da instituição pode ser conferida no Mercado Público e apresentações homenageiam a entidade.

9- Oficina e apresentações de Choro: A oitava edição traz de volta a Oficina de Choro, retomando a música popular instrumental. No curso, serão trabalhados seis instrumentos: violão, sopros, acordeon, bandolim, percussão e cavaquinho, com o auxílio de professores como Mathias Behrends Pinto, coordenador da Oficina de Choro Santander Cultural. A programação inclui também apresentações do Grupo de Choro.

10- Transmissões ao vivo: O Festival Internacional Sesc de Música poderá ser prestigiado pelo público de fora do Rio Grande do Sul. Serão transmitidos ao vivo os espetáculos de Ensemble Berlin, dia 15 de janeiro; Carlos Malta e Pife Muderno, dia 16 de janeiro; Sexteto Gaúcho e SpokFrevo Orquestra, dia 20 de janeiro, e o espetáculo de encerramento Música de Cinema, com a Orquestra Acadêmica do Festival e regência de Evandro Matté, dia 26 de janeiro. As transmissões iniciam às 20h30 no site www.sesc-rs.com.br/festival.

SOBRE O 8º FESTIVAL INTERNACIONAL SESC DE MÚSICA

O QUE É? O Festival Internacional Sesc de Música é um dos maiores da área na América Latina e tem o objetivo de incentivar o desenvolvimento da produção musical e fomentar o intercâmbio e o desfrute de bens culturais.

QUANDO? De 15 a 26 de janeiro de 2018, em Pelotas.

COMO? Durante o Festival, no turno da manhã, acontecem as classes (cursos); no período da tarde, os ensaios; e à noite, as apresentações, todas com entrada franca para a comunidade.

DADOS GERAIS

- Aproximadamente 500 profissionais da música, entre professores, alunos, músicos e técnicos.

- Espetáculos gratuitos (concertos no Theatro Guarany, espetáculos nos palcos externos, recitais de alunos, concertos de Música de Câmara e recitais na comunidade).

- Mais de 300 alunos e 50 professores, totalizando 15 países.

- 24 cursos disponibilizados, reunindo alunos de diversos estados e países.

- A realização do Festival é do Sistema Fecomércio-RS/Sesc e tem o apoio institucional da Prefeitura Municipal de Pelotas e apoio cultural das Universidades Federal e Católica, Faculdade Senac, Unisinos, Bibliotheca Pública Pelotense, Ospa, Expresso Embaixador, Arroz Extremo Sul, Ecosul, Biri Refrigerantes e Café 35.

PROGRAMAÇÃO FESTIVAL 2018 

15/01
18h – Cortejo Musical | Músicos do Festival – Largo do Mercado Público
19h – Recital de Piano e Canto | Comemoração 100 Anos Conservatório de Música de Pelotas | Professores do Conservatório – Bibliotheca Pública Pelotense
20h30 – Ensemble Berlin (ALE) – Theatro Guarany

16/01
9h30 – Festival na Comunidade | Grupo de Choro – Hospital Santa Casa de Misericórdia (espetáculo para público fechado)
15h – Festival na Comunidade | Violino Sesc/MG – Hospital Beneficiência Portuguesa  (espetáculo para público fechado)
19h – Concerto Música de Câmara | Recital de Trombone e Piano – Darrin Milling (EUA) e Sin Ae Lee (Coréia do Sul) – Bibliotheca Pública Pelotense
20h – Festival na Comunidade | Orquestra de Câmara Sesc/MG – Paróquia Santa Terezinha – B. Três Vendas
20h30 – Carlos Malta e Pife Muderno (RJ/BRA) – Theatro Guarany

17/01
17h – Festival na Comunidade | Orquestra de Câmara Sesc/MG – Capela Santa Casa de Misericórdia
19h – Concerto Música de Câmara | Recital de cordas, Piano e Harpa – Linus Roth (Alemanha), Liuba Klevtsova (Rússia), Emerson Kretschmer (Brasil/RS), Stanimir Todorov (Bulgária), André Carrara (Brasil/RS) – Bibliotheca Pública Pelotense
20h – Festival na Comunidade | Orquestra Sesc/SE – Paróquia Amor Divino (Colônia Santo Antônio)
20h30 – UDI Cello Ensemble – Theatro Guarany

18/01
10h – Orquestra de Câmara Sesc/MG – Estação Rodoviária de Pelotas
13h – Recital Alunos - Bibliotheca Pública Pelotense
15h – Festival na Comunidade | Orquestra Sesc/MG – Hospital São Francisco de Paula (espetáculo para público fechado)
18h – Grupo de Choro do Festival – Shopping de Pelotas
19h – Concerto Música de Câmara | Recital de Cordas, Metais e Piano – Andrej Zust (Eslovênia), Max Uriarte (Brasil/RS), Eder Kinappe (Brasil/RS), André Carrara (Brasil/RS), Emmanuele Baldini (Itália), Catarina Domenici (Brasil/RS) – Bibliotheca Pública Pelotense
20h30 – SpokFrevo Orquestra | Frevo Sanfonado (PE/BRA) – Theatro Guarany

19/01
11h – Festival na Comunidade | Grupo de Choro – Expresso Embaixador (espetáculo para público fechado)
13h – Recital Alunos - Bibliotheca Pública Pelotense
17h – Grupo do Festival | Núcleo de Choro – Mercado Público
19h – Concerto Música de Câmara | Recital de Madeiras e Piano – Wally Hase (Alemanha), Diego Grandene (Brasil/RS), Christoph Hartmann (Alemanha), Michel Lethiec (França), Emiliano Barri (Argentina), Leonardo Winter (Brasil/RS), Viktoria Tatour (Bielorrússia), André Carrara (Brasil/RS) – Bibliotheca Pública Pelotense
20h30 – Banda Sinfônica do Festival |Regente Marcelo Jardim (RJ) – Praia do Laranjal – Palco do Festival

20/01
13h – Recital de Alunos | Bibliotheca Pública Pelotense
17h – Festival na Comunidade | Orquestra Jovem Sesc/SE – Catedral do Redentor
19h – Concerto Música de Câmara | Recital de Cordas – Alberto Bocini (Itália), Marcello Guerchfeld (Brasil/RS), Emerson Kretschmer (Brasil/RS), Walter Küssner (Alemanha), Hella Frank (Brasil/RS), Clemens Weigel (Alemanha), Stanimir Todorov (Bulgária) – Bibliotheca Pública Pelotense
20h30 – Sexteto Gaúcho | O Choro é Livre! (BRA/RS) – Praia do Laranjal – Palco do Festival
21h30 – SpokFrevo Orquestra | Frevo Sanfonado (BRA/PE) – Praia do Laranjal – Palco do Festival

21/01
15h – Música de Câmara | Recital Classe de Piano – Bibliotheca Pública Pelotense
16h às 20h30 – Rua do Festival – Rua Lobo da Costa (Frente do Theatro Guarany)
20h30 – Orquestra Acadêmica | Regente Simone Bernardino (ITA) – Theatro Guarany

22/01
13h – Recital de Alunos | Bibliotheca Pública Pelotense
19h – Festival na Comunidade | Orquestra Jovem Sesc/SE – Igreja São José – Bairro Fragata
19h – Música de Câmara | Recital de Canto, Cordas, Harpa e Piano – Liuba Klevtsova (Rússia), Homero Velho (Brasil/RS), Daniel Benitz (Brasil/RS), Luiz Felipe Coelho (Brasil/Alemanha), Catarina Domenici (Brasil/RS) – Bibliotheca Pública Pelotense
20h30 – Grupos do Festival | Núcleos de Cordas, Violões e Madeiras – Theatro Guarany

23/01
13h – Recital de Alunos – Bibliotheca Pública Pelotense
17h30 – Grupo de Metais do Festival – Café Aquário
19h – Música de Câmara | Recital de Madeiras, Cordas, Metais, Canto e Piano – Clemens Weigel (Alemanha), Daniel Benitz (Brasil/RS), Michel Lethiec (França), Carla Domingues (Brasil/RS), Max Uriarte (Brasil/RS), Emmanuele Baldini (Itália), Horacio Schaefer (Brasil/SP), Stanimir Todorov (Bulgária), Alberto Bocini (Itália), Wally Hase (Alemanha), Christoph Hartmann (Alemanha), Diego Grendene (Brasil/RS), Guilhaume Santana (França), Andrej Zust (Eslovênia) – Bibliotheca Pública Pelotense
20h30 – Grupos do Festival | Núcleo de Canto Gala Lírico – Theatro Guarany

24/01
13h – Recital de Alunos – Bibliotheca Pública Pelotense
15h – Festival na Comunidade | Grupo de Canto do Festival – Asilo de Mendigos de Pelotas (espetáculo para público fechado)
18h – Festival na Comunidade | Orquestra do Areal – Centro Comunitário Loteamento Anglo
19h – Música de Câmara | Recital de Madeiras, Cordas, Violão clássico e Piano – Wally Hase (Alemanha), Stanimir Todorov (Bulgária), Maria Isabel Siewers (Argentina), Marcello Guerchfeld (Brasil/RS), Max Uriarte (Brasil/RS) – Bibliotheca Pública Pelotense
20h30 – Grupos do Festival | Núcleos de Percussão e Metais – Theatro Guarany

25/01
13h – Recital de Alunos – Bibliotheca Pública Pelotense
15h – Festival na Comunidade | Orquestra do Areal – Hospital Espirita (espetáculo para público fechado)
18h – Festival na Comunidade | Orquestra Jovem Sesc/SE – Escola Municipal Getúlio Vargas
19h – Música de Câmara | Recital de Metais, Percussão e Piano – Tiago Linck (Brasil/RS), Daniel Benitz (Brasil/RS), Fernando Deddos (Brasil/PR), Albert Kathar (Brasil/RJ), Paulo Bergmann (Brasil/RS), José Milton Vieira (Brasil/RS), Douglas Gutjahr (Brasil/RS), Clarissa Borba (Brasil/França) – Bibliotheca Pública Pelotense
20h30 – Banda Sinfônica do Festival | Regente Marcelo Jardim (BRA/RJ) – Theatro Guarany

26/01
13h – Recital de Alunos – Bibliotheca Pública Pelotense
19h – Música de Câmara | Classe de Violão – Bibliotheca Pública Pelotense
20h30 – Concerto de Encerramento | Música de Cinema | Orquestra Acadêmica do Festival – Regente Evandro Matté (BRA/RS) – Largo Mercado Público


Autor: Redação
Fonte: Assessoria de comunicação e marketing SESC/RS
Autor da Foto: Camila Hein

Imprimir Enviar link

Solicite aqui um artigo ou algum assunto de seu interesse!

Confira Também as Últimas Notícias abaixo!

 
 
 
 
 
 
 
Facebook
 
     
 
 
 
 
 
Newsletter
 
     
 
Cadastre seu email.
 
 
 
 
Interatividade
 
     
 

                         

 
 
.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - R. Dr. Flores, 263 - Centro Porto Alegre - RS, 90020-120
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 3779.0602