.
 
 
Terapêutica Homeopática e Menopausa
 
Destaques
 
     
   

Tamanho da fonte:


15/01/2010

Terapêutica Homeopática e Menopausa

Dr. Ezequiel Viriato responde suas perguntas!

- Como ocorre o equilíbrio do organismo com o tratamento homeopático para a menopausa?

Nos últimos anos, com a melhora da qualidade de vida e a perspectiva de vida mais longa, observa-se e valoriza-se a mulher com idade superior a 45 anos, seu climatério e menopausa.A menopausa é a suspensão do funcionamento dos ovários, órgão produtor dos hormônios estrógeno e progesterona e a não liberação dos óvulos, consequentemente, deixa-se de menstruar.

A menopausa hoje, não é o início da velhice ou chamada terceira-idade, mas devemos entender como o início de uma nova vida repleta de interesses e novas perspectivas. O avanço do conhecimento sobre a menopausa, novas terapias substitutivas, dietas balanceadas, programas de atividades físicas, terapias emocionais e ocupacionais, essa nova etapa na vida da mulher passou a ser mais harmônica e suave, compatível com uma melhor qualidade de vida.

Sabe-se que a Terapêutica Homeopática busca sempre a melhora da qualidade de vida do indivíduo, mesmo antes dessa terminologia ser introduzida na prática médica, buscando tratar as conseqüências (curar ou tratar sintomas) de algum fator desestabilizador no organismo, como no caso da menopausa, a suspensão abrupta da liberação dos hormônios, buscando tratar todos os sintomas que são consequências desse desequilíbrio hormonal.

- Este tratamento substitui a suplementação com hormônios sintéticos ou com fitoestrógenos?

O tratamento homeopático na menopausa através do MENOEX é uma opção terapêutica do médico para com sua paciente. Toda mulher tem o direito de ser tratada pela Homeopatia, se assim for o seu desejo.

Deixa-se claro que o tratamento pode ser um complemento ao tratamento alopático com hormônios ou sem hormônios ou mesmo com os fitoestrógenos ou até um tratamento único, sem os medicamentos convencionais. Isso vai depender da conduta do médico. O que importa é o bem estar da mulher menopausada, sempre feito com segurança, eficácia e acompanhamento de um especialista.

- Há um aumento do estrógeno no organismo com essa forma de tratamento ou a ação é no alívio dos sintomas?

Nesse caso, não há aumento de estrógeno, pois o medicamento Homeopático não é um medicamento que se propõe a fazer a reposição hormonal. A mulher menopausada vai sentir rapidamente o alívio dos sintomas desagradáveis do climatério pelo mecanismo de ação do medicamento homeopático, ou seja, pela lei dos semelhantes, que confere as vantagens do tratamento e prevenção da osteoporose, custos muito mais acessíveis, redução no risco de doenças cardiovasculares, proteção contra o câncer de mama e endométrio e prevenção da doença de Alzheimer.

- Qual o principal sintoma que foi aliviado com essa forma de tratamento, relatado por 42% das mulheres na pesquisa? (confira os dados da pesquisa clicando aqui)

Conforme o estudo clínico realizado, os principais sintomas reduzidos e relatados no retorno à primeira consulta foram as ONDAS DE CALOR, INSÔNIA E NERVOSISMO.

- O medicamento homeopático em questão pode ser ingerido com medicamentos não homeopáticos?

Sim, a resposta é afirmativa e está diretamente relacionada com a chamada Medicina Integrativa.

A medicina integrativa defende o resgate do sujeito, independentemente da linha terapêutica que cada médico ou agente da saúde adota. A portaria apresentada pela Presidência da República, denominada "Política Nacional de Práticas Integrativas e Medicinas Complementares para o Sistema Único de Saúde", assinado e devidamente publicado em Diário Oficial por meio da portaria Nº 971 de 3 de maio de 2006 do Ministério da Saúde, deve ser implantada com o apoio da sociedade e dos profissionais de saúde prescritores. Os pacientes não podem mais esperar pela utilização e os médicos deverão saber implementar em sua vida prática de consultório. Ao fim, todo médico que vivencia a boa prática clínica sabe que deve priorizar o que convém a cada paciente. Síntese que está contida no terceiro princípio hipocrático: "quando nem os contrários nem os semelhantes curam, o que convém é o que cura".

Quem é Dr. Ezequiel Paulo Viriato

Mestre em Homeopatia pela Faculdade de Ciências da Saúde de São Paulo - Centro de Ensino Superior de Homeopatia IBEHE. Possui especialização em Homeopatia pela FACIS-SP e em Farmácia Magistral pela ANFARMAG. Concluiu sua graduação em Faculdade de Ciências Farmacêuticas pela Universidade de São Paulo. Atualmente é professor titular de Farmácia Homeopática do curso de graduação de Farmácia das Faculdades Oswaldo Cruz e de pós-graduação em Homeopatia na Faculdade de Ciências da Saúde - Instituto Brasileiro de Estudos Homeopáticos. É membro do Comitê Técnico Temático de Homeopatia da Farmacopéia Brasileira. É gerente industrial do Laboratório Homeopático Almeida Prado. Tem ampla experiência na área de Tecnologia Farmacêutica, com ênfase em Farmacotécnica Magistral e Industrial, atuando principalmente nos seguintes temas: Farmacotécnica magistral homeopática e alopática, Produção e Farmacotécnica Industrial Homeopática e Alopática, BPFC, Validação de Metodologias e Processos como também, na Área de Regulatórios junto à ANVISA. É pesquisador junto ao CNPQ, atuando na área de pesquisa de novos fármacos fitoterápicos e homeopáticos.


Autor: Valentina Meyer
Fonte: Dr. Ezequiel Viriato

Imprimir Enviar link

Solicite aqui um artigo ou algum assunto de seu interesse!

Confira Também as Últimas Notícias abaixo!

 
 
 
 
 
 
 
Facebook
 
     
 
 
 
 
 
Newsletter
 
     
 
Cadastre seu email.
 
 
 
 
Interatividade
 
     
 

                         

 
 
.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - R. Dr. Flores, 263 - cj 1101- Centro Porto Alegre - RS, 90020-120
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: mappel@sissaude.com.br. (51) 2160-6581