.
 
 
15 anos da Confederação Nacional de Saúde (CNS)
 
Saúde RS
 
     
   

Tamanho da fonte:


21/05/2010

15 anos da Confederação Nacional de Saúde (CNS)

Jantar em Brasília teve homenagem ao médico gaúcho Cláudio Allgayer. Confira!

A evolução e consolidação do complexo da Saúde brasileira marcaram o jantar em comemoração aos 15 anos da Confederação Nacional de Saúde (CNS), na última quarta-feira (12/05), em Brasília. Durante o evento, o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, foi homenageado com o Colar Mérito da Saúde do Brasil por trabalhos desenvolvidos em prol do setor e pelo apoio para que a CNS passasse a participar do Conselho Deliberativo do FAT (CODEFAT) e do Conselho Curador do FGTS, além de incentivar a representação, pela primeira vez, do setor patronal da Saúde em uma conferência da OIT, em Genebra.

“É uma honra para mim receber essa homenagem. É uma quebra de paradigma que um ministro do Trabalho seja agraciado pelo Setor Saúde, mas eu digo que é porque o Setor gera empregos. A Saúde é um dos setores que mais empregam no Brasil, apresentando crescimento de postos de trabalho em plena crise econômica”, afirmou Lupi, que se disse um defensor e incentivador da medicina preventiva. “Faço meu check-up anual desde meus 18 anos e até hoje, aos 53 anos, nunca precisei tomar um remédio”, disse.

A festa reuniu, ainda, os principais representantes da saúde brasileira e políticos, como o deputado Rafael Guerra, 1º secretário da Mesa Diretora da Câmara e o presidente da Frente Parlamentar de Saúde, deputado Darcísio Perondi, entre outros. O presidente Luis Inácio Lula da Silva e o vice-presidente José Alencar enviaram telegramas parabenizando a Confederação pela data. O evento teve também um momento de diplomação da nova diretoria para a gestão 2010/2012.

Os três fundadores da CNS, Ubiratan Dellape, Cláudio Allgayer e José Francisco Schiavon também foram homenageados durante a cerimônia, com uma placa alusiva. A nova diretoria recebeu, das mãos do 1º secretário da Mesa da Câmara dos Deputados e do presidente da Frente Parlamentar de Saúde os diplomas referentes aos cargos assumidos para a gestão 2010-2012.

Discurso de posse

O presidente da CNS, Dr. José Carlos Abrahão, reconduzido ao cargo, lembrou, em seu discurso, as conquistas obtidas pela entidade desde sua fundação, assim como os planos para o futuro. Ele explicou, por exemplo, que com uma renovação de 30% de seus membros, a nova diretoria da CNS demonstra a preocupação da entidade com a atualização e acolhimento de novas lideranças do setor saúde e disse que, entre as metas para a nova gestão, estão a manutenção da postura em defesa do setor e do relacionamento com as demais instituições representativas do setor, além da implantação dos princípios de governança corporativa, garantindo á CNS uma gestão mais moderna, eficaz e transparente.

“Vamos trabalhar ainda em temas importantes como uma maior qualificação dos profissionais da área, que embora seja intensificada nas nossas Federações e Sindicatos, também deve passar pela aprovação do Sistema S da Saúde, atualmente em tramitação no Senado Federal. Outro ponto fundamental para evolução do setor é a aprovação da Emenda Constitucional 29, que normatiza os recursos para a aplicação de recursos nas três esferas do governo”, disse Abrahão.

Já entre as conquistas realizadas, o presidente da CNS disse que o Brasil é hoje modelo para várias nações, mantendo um sistema público de saúde que atende a todos e com uma estrutura que conta com 215 mil estabelecimentos de saúde do país, entre públicos e privados, e que em nada deixam a desejar em relação aos serviços oferecidos em países de primeiro mundo. 

A visibilidade da instituição no exterior também foi ressaltada pelo presidente ao lembrar da realização do Congresso Mundial de Hospitais, em 2009, no Rio de Janeiro, fazendo a América Latina sediar, pela primeira vez na história, um evento desse porte. Ele alegou, ainda, que ações da Confederação em prol de uma gestão mais moderna levaram a entidade a receber, também em 2009, a certificação ISO 9001.

Reconhecimentos


O trabalho da CNS foi exaltado por convidados, como o presidente da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), Maurício Ceschin. Para ele, a entidade tem papel de destaque de representação e atuação não só dentro do setor como em outras instâncias, o que faz com que passe a expandir conhecimentos, sendo representada em outras áreas. “E A CNS faz isso como ninguém dentro do setor de saúde”, disse.

Lançamento de livros

Durante o jantar, foram lançados os livros “História dos 15 anos da CNS”, que conta como a entidade foi criada e reúne artigos sobre temas relevantes do setor, escritos pelos assessores jurídicos das Federações que compõem a CNS.

O segundo título, o livro “Radiografia da Tributação do Setor de Saúde”, é resultado de estudo inédito encomendado pela CNS, em parceria com a Federação Brasileira de Hospitais (FBH), e realizado pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT).


Autor: Roberta Barcellos
Fonte: Portal Nacional
Autor da Foto: Rosi Boninsegna

Imprimir Enviar link

Solicite aqui um artigo ou algum assunto de seu interesse!

Confira Também as Últimas Notícias abaixo!

 
 
 
 
 
 
 
Facebook
 
     
 
 
 
 
 
Newsletter
 
     
 
Cadastre seu email.
 
 
 
 
Interatividade
 
     
 

                         

 
 
.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - R. Dr. Flores, 263 - cj 1101- Centro Porto Alegre - RS, 90020-120
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: mappel@sissaude.com.br. (51) 2160-6581