.
 
 
Cinco milhões de brasileiros pagam por médico particular
 
Destaques
 
     
   

Tamanho da fonte:


20/04/2010

Cinco milhões de brasileiros pagam por médico particular

As melhorias na economia brasileira podem ter contribuído para que as pessoas procurem mais por médicos por conta própria, do que por convênios ou rede pública

Mais pessoas pagaram médicos particulares em 2008 do que em 2003. Embora ainda seja o tipo de serviço de saúde menos realizado no Brasil, esse crescimento preocupa tanto o setor público quanto o privado, já que é um grupo crescente que não teve acesso, ou não quis ter, ao Sistema Único de Saúde (SUS) e aos planos de saúde.

Segundo pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 5 milhões de pessoas gastaram dinheiro do próprio bolso para serem atendidas por um médico em 2008, contra 3,7 milhões em 2003, o que representa uma alta de 35,1%.

Esse grupo de insatisfeitos (ou excluídos) é uma minoria que faz cada vez mais barulho, já que responderam por 18% dos atendimentos em 2008, ante 14,8% em 2003.

O SUS ainda atende à maioria da população, mas incluiu uma fatia menor de pacientes do que os particulares e os planos de saúde nesse período. Em 2008, cerca de 14,9 milhões de pessoas foram atendidas na rede pública e isso representou 56,3% dos atendimentos, um crescimento de 4,2% na comparação com 2003.

Os atendimentos financiados por planos de saúde também cresceram pouco (7,7%) no período.

Essa fatia cada vez maior de pessoas que pagaram por um médico pode indicar “gargalos” do SUS.

O Ministro Temporão, da Saúde, reconhece: “é impossível querer dar saúde universal de qualidade em todo o território nacional, do procedimento mais simples ao transplante de órgãos, numa base de financiamento onde 60% do gasto são das famílias e das empresas. No Brasil, a participação do gasto público no total é de 40%. Na Inglaterra, que tem um sistema com a mesma filosofia que o nosso, 80% do gasto é público”.

As melhorias na economia brasileira podem ter contribuído para que as pessoas procurem mais por médicos por conta própria, do que por convênios ou rede pública.

 


Autor: Diretoria
Fonte: Fehosul Notícias Edição 17ª de 2010

Imprimir Enviar link

Solicite aqui um artigo ou algum assunto de seu interesse!

Confira Também as Últimas Notícias abaixo!

 
 
 
 
 
 
 
Facebook
 
     
 
 
 
 
 
Newsletter
 
     
 
Cadastre seu email.
 
 
 
 
Interatividade
 
     
 

                         

 
 
.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - R. Dr. Flores, 263 - cj 1101- Centro Porto Alegre - RS, 90020-120
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: mappel@sissaude.com.br. (51) 2160-6581